As dores e delícia de ser Ghost Writer

Tania Carvalho

Sobre o curso

Um ghost writer é aquele que escreve o livro que você sempre sonhou escrever, não assina e desaparece como um fantasma após o processo. A função do ghost writer é pesquisar, entrevistar, recolher arquivos, papéis esparsos, enfim toda a memorabilia sobre o assunto e, especialmente, OUVIR o que o autor, porque as ideias, o jeito de se comunicar, os maneirismos são daquele que assina o livro. O ghost é simplesmente um ghost e disse deve se orgulhar.

O curso será realizado em quatro aulas:

Primeira: Definição de autor e ghost, as funções de cada um, como deixar o ego de lado, não assinar um trabalho e entender que tudo que está contido lá pertence ao imaginário do outro. Onde se aplica o conceito de ghost – em especial em biografias e livros técnicos, não sendo possível na ficção, seja prosa ou poesia. Como “desaparecer” de forma a valorizar a voz do outro. Como reproduzir o estilo e a personalidade de outra pessoa em sua forma de escrever. Como conduzir as entrevistas, como pesquisar, correção ou não de erros, como transformar memórias dos outros em livro.

Segunda: Análises de casos, bons e maus exemplos de livros escritos por ghosts. O pior livro de ghost. Mostrar os erros. A técnica do texto: como escolher cenas marcantes para abrir e fechar o livro, sem medo do clichê, é preciso criar a vontade de ler o livro, a necessidade de plots dramáticos, mas reais. Técnicas para atrair a atenção do leitor: o segredo para escrever uma boa abertura, encadeamento cronológico e não-cronológico, estilos de texto, boxes informativos. Os livros técnicos, como se preparar para escrevê-los, pesquisa procedente. Leitura de aberturas de livros consideradas boas e seus truques. As péssimas aberturas e como evitá-las. Exercício: escrever a primeira página de uma biografia de alguém famoso.

Terceira: Como escrever bem. A partir de extensa bibliografia sobre o assunto, dicas de como escrever sem maneirismos, clichês, frases feitas e os erros mais comuns. Como escrever bem especificamente uma autobiografia. Opções estilísticas. Erros a serem evitados. Leitura do texto do exercício proposto na segunda aula.

Quarta: Os vários tipos de contrato de ghost writer. Relação com o autor. Os conflitos de interesse mais comuns, como contorná-los. A possibilidade de formatar um projeto em conjunto e apresentar para uma editora. As dores e agruras, como driblar o entrevistado que não fala. Como fazer se alguém conta a sua vida em duas horas, apesar de ter 86 anos. Como não demonstrar os sentimentos. As delícias: ouvir “nossa, parece que ele está falando com a gente” ou “seus livros são tão diferentes”.

O mercado editorial a cada ano abre mais as suas portas para livros de grandes empresários, que contam seus casos de sucesso; artistas famosos que assinam suas biografias; políticos que encontram outro veículo para suas plataformas eleitorais. É nesse momento que entra em cena o ghost writer, aquele que transforma em livro os pensamentos dos outros. E depois some, como um bom fantasma.

Nos Estados Unidos essa atividade é extremamente rentável. No Brasil a cada dia cresce a demanda por profissionais capazes de transformar a vida dos outros em memórias vivas. Um mercado de trabalho pouquíssimo explorado em busca de jornalistas, profissionais da área de livros, estudantes de jornalismo, de ciências sociais, letras e todos os outros interessados na área editorial.

Enfim, AS DORES E DELÍCIAS DE SER GHOST WRITER é um curso aberto a todos aqueles que gostam de escrever.

A abordagem metodológica privilegia a interação e valoriza a experiência, explorando casos, estabelecendo debates e discussões, exercícios, abordagem crítica de trabalhos publicados.

joao e suzana.png

Orientador

Tania Carvalho

Jornalista. Tem 16 livros publicados na Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial de SP – especializada em depoimentos na primeira pessoa de atores, diretores, cineastas, entre outros nomes da cultura nacional. Dentre eles, Irene Ravache – Caçadora de Emoções -, Tony Ramos – No Tempo da Delicadeza -, Paulo José – Memórias Substantivas -, Tônia Carrero – Movida pela Paixão -, finalista do Prêmio Jabuti 2010. Embora não seja ghost no sentido estrito da palavra nesses livros (porque assina todos eles), o trabalho realizado neles é muito semelhante: transformar palavras faladas em livro, mantendo o ritmo, a respiração, o jeito de cada um dos depoentes. Como ghost writer estrita tem outros livros publicados, mas como é fantasma não pode citá-los. Mas são muitos: biografias, livros sobre temas específicos, como administração pública, entre outros.

De 12 a 15/07

Frequência

Terças a sextas-feiras

Carga horária

8 horas

Valor

3x R$ 120,00 no cartão de crédito ou à vista com 5% de desconto

De 19h a 21h

Inscrições e pagamento

Para inscrever-se preencha o formulário ao lado informado o curso desejado ou entre em contato:
E-mail: iel@estacaodasletras.com.br
Tel/Whatsapp: (21) 99127-4088

Horário de atendimento:
Segunda à sexta-feira, de 14h às 20h.

Formas de pagamento: Transferência bancária, PIX, Paypal, Cartão de crédito

Matrículas sujeitas à disponibilidade de vagas.

Obrigado pelo envio!

Certificados

Serão fornecidos certificados aos participantes que obtiverem 75% de presença.

Descontos

Professores das redes pública de ensino, estaduais e municipais, de todo país, tem direito a 10% de desconto neste curso, mediante comprovação de vínculo empregatício ativo.

Política de cancelamento

Por parte dos alunos:

– Até 7 dias antes do início do curso – reembolso integral.

– Menos de 7 dias antes do início do curso – não há restituição. A inscrição poderá ser transferida para outra pessoa.

Por parte da Estação das Letras:

O curso poderá ser cancelado caso não haja o número mínimo de inscrições ou por motivo de força maior; em tais casos, os valores pagos serão restituídos integralmente e o aluno será informado no mínimo 48 horas antes da data programada para início do curso.

– O curso já iniciado só será cancelado por motivos alheios a nossa vontade.